Oktoberfest 2015: Vamos para a Alemanha! – De novo –

A festa tradicional alemã reune muita cerveja, música e… cerveja!

21923190112_5688e823c9_o

Fui pra Oktoberfest dia 3 de outubro. Sinceramente, nunca foi uma vontade enorme minha ir ao mais famoso festival de cerveja do mundo, mas ele acabou me conquistando, e se tornou um dia inesquecível!

O festival tipicamente alemão começa em setembro e vai até o começo de outubro, portanto, é possível aproveitar nem que seja um tiquinho da comemoração. Em Munique, a Oktoberfest conta com apresentações de dança, música, com uma parada de abertura com os senhorios das principais cervejarias participantes da festa. O desfile tem cerca de 40 minutos, saindo da Sonnenstraße-Schwanthalerstraße até o local da festa.

Os dias seguintes são preenchidos com muito música e mais desfiles, com todos, claro, devidamente trajados com as roupas típicas alemãs, mais de 10 tendas de comes e bebes tradicionais, como a da cerveja Paulaner.

21908611326_14f05fe396_o

As cervejas de Munique

Durante a Oktoberfest apenas cervejas de Munique podem ser servidas. As marcas distribuídas são: Augustiner Bräu, Hacker-Pschorr Bräu, Löwenbräu, Paulaner Bräu, Spatenbräu e Staatliches Hofbräu München, todas produzidas em Munique e que possuem o Edito da Pureza.

21748127169_197e4a809a_o
Hofbräu München

O que é o Edito da Pureza? “Promulgado em 1485, somente para a cidade de Munique, capital da Baviera, o Edito da Pureza foi assinado no dia 23 de abril de 1516, em Ingolstadt e estabelecia que a produção de cerveja em toda a Baviera estava taxativamente vinculada ao uso dos seguintes ingredientes: cevada, lúpulo e água.” Ter o Edito da Pureza comprova a qualidade da cerveja, o uso de ingredientes realmente bons. “No decorrer dos séculos, essas normas foram adotadas por todos os estados alemães.” Atualmente, depois de anos em vigência e com diversas mudanças no preparo, alguns ingredientes usados são o malte de trigo e o açúcar de cana.

Confesso que até eu, que nunca fui muito fã de cerveja, gostei bastante! Ficamos na tenda da HB (Ir na Oktoberfest e sair seco… isso existe. Cerveja só é servida dentro das tendas e pra quem está nas mesas. Pra quem não reserva mesa ou não aparece por lá cedo, tchau weissbier).

Independente da tenda, a caneca é de litro. E além da lei de pureza da cerveja na Baviera, existe mais uma outra específica da Oktoberfest, que proíbe que ela tenha menos de 6% de álcool. Pode tomar só duas ou três: você vai acabar subindo na mesa pra brindar.

É incrível, principalmente no começo da noite, o que tem de gente vomitando, mas poça de vômito nenhuma no chão. Eficiência continua sendo a marca registrada da Alemanha.

21747075590_46f6c43aeb_o
Comidas deliciosas

Prepare-se para experimentar a culinária bávara, um tiro no pé de todas as dietas! Os pratos são bem substanciosos, ricos em sabores e bem calóricos.

oktoberfest-culinaria

Munique é uma cidade apaixonante que me surpreendeu em muitos sentidos. Uma das experiências mais legais da viagem foi descobrir mais sobre a Oktoberfest, uma tradição que se mantém há mais de 200 anos e que se tornou um grande símbolo cultural da Bavária. Se você sonha em um dia participar do maior festival da Alemanha, aqui vão algumas dicas pra já ir entrando no clima:

1.      A Oktoberfest começa em setembro

O nome não parece deixar dúvidas, mas a verdade é que a maior parte do “festival de outubro” acontece em setembro! Como regra geral, a festa dura 16 dias e termina no primeiro fim de semana de outubro – mas se o primeiro domingo do mês for dia 1º ou 2, daí a festa segue até o dia 03/10, que é feriado nacional na Alemanha. Sempre há alguns dias com programação especial, incluindo desfiles, salva de tiros, concertos e até missa!

21944498131_ac80d6d2e9_o

2.      A Oktoberfest é um grande parque de diversões

Eu sempre ouvi falar das tendas de cerveja, mas foi uma surpresa chegar no parque Theresienwiese e me deparar com barraquinhas de doces, brinquedos, roda gigante, trem fantasma… A Oktoberfest acontece em meio a um enorme parque de diversões! Muita gente leva os filhos para curtir o festival e há inclusive “Family days” às terças-feiras, com desconto para crianças nos tickets dos brinquedos.

21746681340_2311218a81_o

3.      Theresienwiese fica no centro e tem metrô

A Oktoberfest recebe mais de 6 milhões de visitantes por ano, mais que 4 vezes a população da cidade de Munique! Eu poderia jurar que um festival dessa dimensão tivesse que ser feito num lugar bem afastado do centro (mais ou menos como a Cidade do Rock durante o Rock in Rio)… mas não! O parque Theresienwiese (pronuncia-se “terrezian-vize”) fica a 25 minutos a pé da Marienplatz, a praça principal do centro de Munique, e o melhor: a estação de metrô Theresienwiese já sai no meio das barracas e tendas! A entrada no parque é grátis, você só paga o que consumir e os tickets para os brinquedos.

4.      As tendas lotam às 11h da manhã

Nos fins de semana do Oktoberfest, as “beer tents” abrem às 9h da manhã e em apenas 2 horas já estão completamente lotadas. Isso não é pouca coisa: São ao todo 14 tendas com lotação média de 5 mil pessoas cada e outras 20 menores com capacidade de 300 a 400 pessoas. Nos dias de semana, as tendas abrem às 10h e ainda há esperança de conseguir um lugar pra sentar até a hora do almoço – aproveite para experimentar os pratos típicos de carne de porco e salsicha, acompanhados de batatas e pretzels! Leve dinheiro vivo e vá preparado para gastar: as canecas de 1 litro de cerveja custam de € 9,10 a € 9,50 e você paga à garçonete na hora (não se deixa para “fechar a conta” no final). O esforço para entrar nas tendas vale a pena, primeiro porque eles não servem quem está de pé, segundo porque é contagiante ver a galera com as roupas típicas subindo nas mesas para cantar e dançar, ouvir a banda tocar e beber cerveja com gente de toda parte do mundo. Super divertido!

21908884496_b93780ba47_o

5.      A Oktoberfest de Munique parece uma Festa Junina

Guardadas as devidas proporções, a Oktoberfest de Munique tem várias semelhanças com uma festa de São João… É um festival popular com brincadeiras, barraquinhas de comida, muita bebida e roupas típicas dos fazendeiros da região – os meninos usam Lederhosen (bermuda e suspensório) e chapéu Tirolerhüte, enquanto as meninas usam o Dirndl (aquele vestido com babados no decote e um “avental” sobre a saia). Se você reparar, a música típica também é uma espécie de sertanejo das antigas – letras engraçadas ou de amor, sonoridade meio cafoninha mas todo mundo sabe cantar e se diverte!

giphy

6.    Tudo começou com uma festa de casamento

O primeiro festival foi realizado na ocasião do casamento de Ludwig I, então príncipe da Bavária, e sua noiva Teresa, em 1810. O parque foi o presente de casamento dele para ela, daí o nome Theresienwiese. Para celebrar o casamento real, eles fizeram uma grande festa para todo o povo da Bavária, com direito a corrida de cavalo e outras atrações. Mais de 180 edições depois, a cerveja servida no festival é feita até hoje com a mesma receita original de 1810 – por isso recebe o nome Oktoberfestbier, e é produzida exclusivamente por cervejarias locais.

21313778573_d3b86347c6_o

Ein Prosit, ein Prosit
Der Gemütlichkeit!
Ein Prosit, ein Prosit
Der Gemütlichkeit! 🍻

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s