A primeira vez a gente nunca esquece (Parte 1) – Viena

Ainda no Brasil, louca e ansiosa como sou (Risos), consegui convencer a Ane (minha flatmate chata – Bjo, guria! -) a comprar ingressos pro Lollapalooza que ia acontecer pela primeira vez na Europa, em Berlim! (MUSE!!! ❤) E ela topou.
Setembro chegou, a nossa viagem (até então somente pra Berlim) foi se aproximando. Até que a gente resolveu ir pra Viena, na Áustria, antes de ir pra Alemanha, e lá ficamos do dia 9 a 11 de setembro.

21549574056_d116ac7235_o
Ansiosa, eu?

Graças à prima linda da Ane, a Aline, conseguimos até um lugar pra ficar em Viena, e economizamos no hostel. Ficamos na casa de uns amigos dela, super gente boa!

Se não fosse toda a majestosidade da cidade, eu diria que o que mais me impressionou em Viena foram as pessoas. Veja bem, pra duas universitárias habituadas com a dureza do dia a dia húngaro (Ok, com a dureza dos próprios húngaros!) se deparar com tanta gente simpática e disposta a ajudar era estranho.

Viena é linda demais pra corações fracos. Cada rua ameaçava um prédio mais bonito e mais clássico. Uma igreja ainda mais imponente. Um palácio novo a espiar. E nós? Nós íamos de canto em canto, tirando fotos, experimentando o ambiente e, obviamente, nos perdendo (me perco com muita frequência, sério).

20955195914_d29722cd6c_o
Falando da cidade, Viena é realmente encantadora. Começamos pelo distrito 1, aonde, a pé, é possível visitar grande parte dos pontos turísticos.  Do Museumsqartier aos dois grandes museus da cidade: o Kunsthistorisches Museum e o Naturhistorisches Museum (museu da história da arte e museu de ciências naturais, respectivamente), onde fiquei babando pela parte dos dinossauros no museu de ciências naturais. Nerd.

25_167416_658875_d179971aba1994c26aba96e13bca20d5_8923fa_301

25_167416_658877_87664f89aa4281fb4198d51e2426dc5e_2daf92_301
Museus gêmeos: Kunsthistorisches Museum e Naturhistorisches Museum. Me julguem, mas esqueci qual é qual.
20956636893_f7092bae79_o.jpg
Interior do Naturhistorisches Museum

Papo vai, papo vem, Viena é muito cara. Pode ser que seja Budapeste extremamente barata. Acho que aí entra um pouco dos dois. Da arte à alimentação, tudo era caro para nós. Viena possui um sistema de transporte tão eficaz quanto (ou talvez ainda mais que) Budapeste. Pode parecer estranho aos nossos olhos, mas simplesmente não há fiscalização. Só fiquei pensando: imagina isso no Rio de Janeiro? Enfim.

A partir dos metrôs chegamos em outros dois palácios icônicos de Viena:  o charmoso Schloß Belvedere e o imponente (e muito afastado) Schloß Schönbrunn. Acho que dá pra perder uma tarde inteirinha só com esses dois. Pra esse roteiro ficar ainda mais completo falta dar uma espiadinha no rio Danúbio, que atravessa, além de Viena e Budapeste, Bratislava, Belgrado e um tanto de outras cidades Europa a fora.

21552513876_00d3c4e857_o
Schloss Belvedere
21585600141_a5beaee265_o
Schloss Schönbrunn
21586139111_1d101d568d_o
Schloss Schönbrunn, vista frontal
21576929615_e6b49445fa_o
Jardim do Schloss Schönbrunn

Pra quem for a Viena, acho que também vale a pena vasculhar um pouquinho a história de uma das personalidades mais carismáticas – e talvez sombrias – da Áustria: A Imperatriz Sissi. Por todo lugar que se vá há inúmeros souvenirs e bugigangas dedicados a ela. Confesso que me apaixonei pela sua história desde que visitei o palácio da família Real em Gödöllő, na Hungria.

Além disso, passamos também pelo apaixonante Hundertwasserhaus (em alemão: casa do Hundertwasser). Hundertwasser é o sobrenome do arquiteto que fez esse prédio residencial. Até visitar Viena, desconhecia de todo a existência do artista.

21561378786_096eb5d62a_o.jpg
Hundertwasserhaus

Mas, depois de conhecer algumas das suas obras, fiquei fã do seu trabalho.

Pode-se dizer que se trata de um artista muito abrangente já que as suas obras incluem Pinturas, tapeçarias, arquitetura, manifestações ecológicas, entre outros. Viena é uma das cidades onde naturalmente se podem encontrar algumas das suas obras arquitetônicas.

21400672269_4dc4a32437_o

Não é possível ver o apartamento por dentro, claro, mas o prédio em si é bem interessante. Lembra muito a obra do Gaudí, por ser meio doido e colorido. Gente, sério, artista não é quem faz, mas sim, quem interpreta a obra! Olha que frase linda e de efeito: “Lembra muito a obra do Gaudí, por ser meio doido e colorido! Imaginem alguém falando: “Defina Gaudí em 3 palavras”. “Doido, colorido e… e… Espanha?” Sou arte pura!

Fomos também ao Parque de diversões Prater, que é uma das principais atrações turísticas de Viena. É lá onde está o famoso museu de cera “Madame Tussauds” e a roda-gigante mais antiga do mundo, a Wiener Riesenrad.

21391032138_54e46b8a5e_o.jpg
Prater

21552699756_59e7f0c73e_o.jpg

A Wiener Riesenrad é, basicamente, a London Eye de Viena, porém com um pouquinho mais de história.
Inaugurada em 1897, é a mais antiga roda-gigante do mundo e foi a maior entre os anos de 1920 a 1985. Foi parcialmente destruída durante a segunda guerra e depois reconstruída e até hoje continua sendo parada obrigatória para quem vai a Viena.
A vista de lá de cima é simplesmente sensacional! Vimos a cidade toda do alto. Destaque do passeio na roda: As caras de medo impagáveis da Ane.

21399557358_d76503b92e_o.jpg

Existem alguns compartimentos para eventos especiais como jantares, happy hours e festas de empresas. Já pensou que chique um jantar romântico a luz de velas ali? Dor de cotovelo.

6067813647_baa8e7a545_o.jpg

De qualquer modo, Viena tem alguma magia particular. Alguma magia que se espalha pela cidade, pelas pessoas e garante uma viagem inesquecível.

20966622443_923825cf83_o.jpg
Memories – Impagáveis ❤

 

20956187824_670c3d2cc9_o
Primeira eurotrip!!!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s